Resenha televisiva

No final do ano passado e no início deste ano vi duas séries que me prenderam bastante. Têm como pontos em comum a produção (são ambas da Netflix), o tamanho dos episódios (não mais de 30 minutos) e a simplicidade formal que esconde, de forma subtil, uma óptima ideia. Parecem algo que não são, porque no fim são muito mais do que aquilo que parecem. A primeira é The Good Place. “Parece” uma comédia aparentemente leve, ligeiramente simplória, sobre um grupo de pessoas que morre e vai parar ao além e espera aí ter encontrado o descanso eterno (só que não). Mas à medida que os episódios passam e a narrativa avança somos levados para discussões sobre os grandes temas da vida e da existência, sobre o que somos e o que fazemos, o porquê do bem ou do mal, com um nível de piada refinado e spot-on. As personagens são muito boas e cativantes; Kristen Bell e Ted Danson lideram um elenco em estado de graça. O humor é arrojado e os temas sérios são muito bem tratados. A segunda é American Vandal. É um mockumentary estupidamente bem feito, que “parece”, durante largos momentos, apenas uma piada formalmente muito bem conseguida a troçar com os maniqueísmos dos programas de investigação que andam na moda (Serial, The Jynx, Making a Murderer) e dos problemas que estes levantam na busca da verdade. Mas aos poucos vamo-nos apercebendo, até chegarmos ao um final desarmante, que a série é, isso sim, um retrato de uma cultura. É uma série sobre a cultura de liceu, dos adolescentes millenials que se procuram afirmar e / ou proteger durante o período mais entusiasmante, livre, mas também mais conturbado das suas vidas em termos de definição de personalidade. O humor chega a ser tão mas tão parvo (é impressionante o trabalho de Jimmy Tatro, o actor que interpreta o anti-herói Dylan Maxwell), mas feito de forma tão mas tão inteligente que só aumenta os risos. A primeira ainda continua, a segunda vai a caminho da segunda temporada. E isto é que eu chamo bom entretenimento: divertido, feito com cabeça, tremendamente bem escrito e “falsamente” simples, no melhor sentido possível.

The Good Place - Season 1f78d83bc34b544af