Como o mel

Nunca percebemos bem o que se passa, ou pelo menos nunca percebemos tudo. Olhamos para os factos, desenhamos modelos, escrevemos refrões. Mergulhos no oceano; quanto vale uma canção perante um filme (ou o que é melhor: cinema ou música)? Pessoas, filmes, canções, mesmo que “perdidos na tradução” sabemos — a vida que vale sabe “como o mel”. Começa uma semana nova, “pela estrada”. Venham daí.