O novo normal

Gosto imenso do balanço do novo disco dos Strokes, The New Abnormal, tem bons sons de sobra. Sim, alguns confortáveis, com os riffs cortados, e aquele croonismo futurista e nova-iorquino blasé da voz, mas eu gosto disso. E gosto muito de Selfless, Eternal Summer e Ode to the Mets, acho graça a The Adults are Talking, e acho que Brooklyn Bridge to Chorus é uma ótima música de festival. E Bad Decisions é a minha canção preferida do ano, até ver, altamente viciante. Fácil, nostálgica, não digo que não. Mas qual o mal? Gosto muito. Gosto muito deste novo normal. E agora vou voltar à escuta.

strokes-new-abnormal-capa-696x696